FRATURAS NA MÃO E PUNHO

Quebrei a mão. Quais os possíveis tratamentos?

Geralmente, fraturas da mão acontecem por traumas, ocorridos durante atividades físicas, quedas, acidentes ou durante atividades de trabalho. 80% das fraturas nas mãos acontecem nas falanges (ossos dos dedos) e metacarpo (região da palma da mão).

 

Após o atendimento de emergência no pronto socorro, com imobilização do membro quebrado, é importante procurar um médico ortopedista especialista em mãos para avaliar o tipo da sua fratura e o melhor tratamento.

 

O tratamento pode ser feito por meio de imobilizações com talas e órteses para fraturas estáveis e com pouco desvio. Fraturas instáveis ou com desvio podem ser tratadas cirurgicamente para a preservação da função da mão, utilizando parafusos ou placas para manter uma boa redução até a total recuperação e calcificação do osso. A remoção deles pode ou não ser necessária.

 

O progresso da recuperação será acompanhado através de radiografias a cada duas semanas, mais ou menos. Em alguns casos, pode ser indicada fisioterapia para amenizar uma possível rigidez articular por conta do período de imobilização.

Agende uma consulta com Dr. Gustavo Bersani, ortopedista especialista em mãos e punhos.

Consulta Particular (Reembolso)

__

Dr. Gustavo Bersani

Médico Ortopedista e Cirurgião

Especialista em Mãos e Punhos e Microcirurgia Reconstrutiva

CRM 127.302

Formado em Ortopedia pela Santa Casa de São Paulo, fez estágios no exterior (Universidade de Lisboa, Portugal / University Of Illinois at Chicago, EUA) e se especializou em Cirurgia da Mão e Microcirurgia Reconstrutiva na USP.

Mestre em Ortopedia pela Universidade de São Paulo.

Médico Assistente do Grupo de Mão e Microcirugia do HC/FMUSP.

Médico do Corpo Clínico de Cirurgia da Mão no Hospital Sírio Libanês.